Book2Movie | Morte e Vida de Charlie

Há pouco tempo, li Morte e Vida de Charlie St. Cloud - que estava há um bom tempo pegando poeira na minhas estante, por não me chamar muita atenção. Na época em que o filme foi lançado, eu nem sequer ouvi falar dele e só depois de ler decidi assistir ao longa (depois de conferir se ele estava disponível no Netflix, claro). Hoje vou trazer para vocês algumas das diferenças entre as obras e já adianto... acho que esse é um daqueles raros casos em que o filme é melhor do que o livro.
[+] LEIA TAMBÉM: MORTE E VIDA DE CHARLIE ST.CLOUD | BEN SHERWOOD

Prefiro beisebol

No livro, Charlie e Sam são fãs incorrigíveis do Red Sox, um time de beisebol. O amor por esse esporte é, inclusive, uma das coisas que une os irmão - que jogam juntos todos os dias. No filme, porém, o esporte que eles praticam juntos é o velejo - participando até mesmo de competições.
Acho que essa mudança pode ter ocorrido para aproximar Charlie de Tess (que, na obra original, está prestes a sair velejando pelo mundo - é o que ela mais ama), mas acho que não é uma boa justificativa.

Morte e Vida

Existem muitas diferenças, menos significativas, na história deles em geral. Por exemplo, no livro a diferença de idade entre os irmãos era menor (15 e 13 anos), e acho que isso tornava a relação deles mais pura e "de igual para igual". No filme, Charlie já está terminando o ensino médio e vai para a faculdade em breve. Além do mais, o tempo que se passa entre o acidente e o romance com Tess é menor: doze anos no livro, apenas cinco no filme. Charlie também é muito diferente no longa, tendo muitas garotas dando em cima dele e entrando em brigas - sendo que o personagem de Ben Sherwood é bem reservado e pacífico. E, por sinal, CADÊ O CATIORO?

Você é real?

Na obra original, Charlie consegue diferenciar aqueles que estão do outro lado dos vivos. E isso era, de fato, importante para o próprio enredo... Para quem não leu o livro, não fez diferença nenhuma. Zero. Mas eu senti falta disso.

Moral da história 

Ben Sherwood passa uma mensagem sobre espiritualidade muito profunda com seu livro: ele diz muito sobre o outro mundo, sobre deixar o passado ir e viver cada segundo como se fosse o último. O filme pecou miseravelmente ao focar seus esforços exclusivamente no romance entre Tess e Charlie, deixando as questões espirituais em segundo plano.

Toque de recolher 

No original, Sam aparece no pôr-do-sol e fica até o amanhecer na companhia de seu irmão. No filme, assim que anoitecia ele ia embora - isso acabou fazendo com que o personagem fosse pouco trabalhado e isso afetou muito a construção do relacionamento entre irmãos.

Alerta de spoiler

No próximo parágrafo, vou comentar diferenças com alguns spoilers, tanto do livro quanto do filme, ok? Depois não digam que não avisei, rs.
No filme, Tess descobre sobre o "ritual" do Charlie com o fantasma do Sam de uma forma muito nada a ver e sem graça. Ela simplesmente dá as caras ali e nem parece surpresa de ver alguém que deveria estar morto. Já no livro, foi a partir de um encontro casual com Sam que ela percebe que pode ter algo muito errado. O final do filme também mudou muito a trama: Tess não ficou em coma (pouco provável, considerando o tempo que ela ficou perdida) e a última conversa de Charlie com Sam não foi tão emocionante.
Fim do spoiler.

Se formos considerar a fidelidade da adaptação, acho que seria pouco favorável ao filme. Mudaram algumas coisas desnecessárias e outras que descaracterizaram um pouco a história. No entanto, considerando as obras separadamente, acho que o filme se dá melhor do que o livro - especialmente porque o enredo na obra de Ben Sherwood é muito lento. O filme, embora não seja tão diferente assim em questão de ritmo, acaba sendo mais fluido: afinal, é uma hora e meia para as mais de 300 páginas de um livro, os acontecimentos acabam por parecerem mais próximos. 

Vocês já leram o livro ou viram o filme? O que acharam das mudanças? Me contem nos comentários!

27 comentários:

  1. Eu não vi o filme e sequer li o livro, então não posso opinar. Só fiquei meio confusa porque pareceu que você tinha preferido o livro ai tu disse que o filme era melhor... hahahaha
    Bom, como tem no netflix, vou ir atrás de conferir. A ideia da história parece bem legal!

    Beijos
    www.jadeamorim.com.br

    ResponderExcluir
  2. Gislaine!
    Geralmente as adaptações cinematográficas divergem da obra literária, acredito que façam isso para causar mias impacto a quem está assistindo o filme.
    Não li o livro e nem assisti o filme ainda, por isso nem posso comentar as diferenças direito.
    “Eu não procuro saber as respostas, procuro compreender as perguntas.” (Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  3. Oi Gislaine! Eu ainda não li o livro, mas assisti o filme à muito tempo então nem me lembro de muita coisa do enredo. Mas na época achei uma história tocante, comovente, principalmente a proximidade e a relação entre os dois irmãos. E, sim tinha um grande foco no romance entre Charlie e a velejadora, que era a parte mais enfadonha da história. Lendo sua resenha e as diferenças que você apontou entre o livro e a adaptação, fiquei com muita vontade de ler o livro e conhecer a história original! Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi!!

    Nunca vi nem um nem outro, então eu não sei dizer das diferenças. O livro até me interessa um pouco, mas o filme não me interessa nada. Primeiro pq eu odeio quando mudam coisas da obra original e segundo pq eu não gosto desse ator (que eu sempre esqueço o nome hahaha), então não assistiria o filme por causa dele.

    bjbj

    ResponderExcluir
  5. Olá ♥
    Nunca ouvi falar, tanto do livro quanto do filme. Confesso, ando bem desatualizada. Mas parece super interessante. Vou tentar lê-lo e assisti-lo ainda esse ano. Gostei muito da sua resenha. Beijos ♥

    PS: não li o último parágrafo, pois quero ser surpreendida hahah

    Radioativa

    ResponderExcluir
  6. Baaaah, esse filme tá na lista dos que quero ver, mas ainda não consegui. Não sabia que era inspirado em livro. Mto bom!

    ResponderExcluir
  7. Eu já vi o filme, mas não li o livro. E tenho muita curiosidade de lê-lo, afinal o livro geralmente é melhor do que o livro. Me surpreendi em você falar que o filme tornou-se, de certo modo, melhor que o livro. Mesmo assim ainda estou curiosa.

    Até mais!
    Karolini Barbara
    womenrocker.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Ai menina, nao conheço o livro nem o filme, mas senti uma bad lendo isso tudo!
    Acho que vai ser algo pra chorar, e eu não gosto de chorar!
    Realmente livros e filmes acabam deixando de lado detalhes muito peculiares que nos apegamos e acabamos sentindo falta né?
    PS: Também não quis ler o ultimo paragrafo pra nao estragar a surpresa.
    Espero poder ver este no futuro, não curto muito filmes assim, mas este até me chamou a atenção, só não quero ficar na bad vendo. como faz? =/

    E tá rolando sorteio no blog, corre lá!

    ResponderExcluir
  9. Eu não assisti o filme, mas li o livro e não consegui terminar porque achei tudo muito triste. Acabei não sabendo até que ponto ele deixa de lado o irmão para se aproximar de Tess, até porque é claro que é uma escolha muito difícil: escolher a família, a coisa que mais prezamos, porém a família se resume a um irmão "espírito", ou escolher o amor, sendo que o amor é algo físico, está ali, é tocável. Não sei como termina, mas sei que acabei deixando de lado o livro e não sei se tenho muita vontade de voltar a ler por conta das altas emoções mesmo (sou muito emotiva hahaha).
    Beijosss

    www.madamices.com

    ResponderExcluir
  10. Não li o livro nem assisti ao filme, mas fiquei curiosa para fazer ambos depois desse post. Parece ser super interessante. E mesmo não tendo lido ou assistido, fiquei surpresa com a quantidade de coisas que mudam.
    Gostei muito da resenha/comparação de um para o outro.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. De fato nunca tinha ouvido falar sobre o livro e nem o filme, mas fiquei com vontade de ler e assistir, pelo o que você falou parece ser ótimo.
    Adorei a postagem <3
    bjssss,
    www.desarmonias.wordpress.com

    ResponderExcluir
  12. Eu sou muito interessada em livros e filmes que tratam de espiritualidade e dessa coisa "do outro lado". Fiquei feliz ao saber que o filme está disponível na Netflix; estou sempre procurando novas indicações. Confesso que o fato de você ter dito que mudaram algumas coisas do livro pro filme me deixa um pouco desanimada, mas eu fiquei curiosa hehe :)

    Sua resenha está muito legal e completinha. Obrigada por ter avisado dos spilers hehe <3

    ResponderExcluir
  13. Não vi nenhum dos dois, mas curtir ver a sua visão sobre as diferenças! Eu sempre me decepciono com os caminhos que os produtores de filmes dão a histórias baseadas em livros! rsrs. Beijo!

    ResponderExcluir
  14. Eu super concordo com as partes diferentes. Me pego um tanto indignada com essas mudanças repentinas, acho que não custa nada os roteiristas deixarem os acontecimentos como deveria ser, né? Nos pouparia lágrimas e lágrimas aiuheiah. De qualquer forma, eu amo o livro e amo o filme. Alguns pontos realmente estragaram a trama e isso me incomodou, como a descoberta de Tess do irmão de Charlie rs. Tinha tudo para ser genial. Enfim, gostei de ver teus pontos ♥

    ResponderExcluir
  15. Num ouvi falar no nem do livro nem do filme. Mas ambos parece bastante bem. Ei de ler o livro algum dia. Beijo bom.

    ResponderExcluir
  16. Não vi nem o filme nem li o livro, mas fico muito frustrada quando tem tantas diferenças assim - e pelo que você falou, tem um monte, e importantes. Vou procurar o filme na netflix pra começar a ter uma ideia, pq o tema parece bem comovente!

    ResponderExcluir
  17. Olá!!!
    Não me lembro de já ter visto o filme, mas com certeza não sabia que tinha o livro (hahahha). Adoro ler primeiro para depois ver o filme, apesar de sempre preferir o livro. Gosto quando acontece isso do filme ser melhor que o livro, sei la muda um pouco rsrsss. Adorei essas diferenças que você colocou, parabéns!!

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  18. Ainda não tinha ouvido falar. Vou procurar assistir o filme! Amei a sua resenha! Bjos, Blog Marinspira <3

    ResponderExcluir
  19. Eu não assisti o filme e também não li o livro. Fiquei imprecionada, você prefere o filme! Todos os livros que eu li que viraram filmes, eu preferi a versão do livro ♥ Beiijos :*

    ResponderExcluir
  20. Ah eu vi o filme certo dia, achei tão triste! O livro nunca vi, mas com certeza deve ser bem diferente do filme, até porque as adaptações nunca são muito fieis né? Adorei a resenha!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  21. Não li o livro nem assisti ao filme² Adorei a sua resenha e fiquei com vontade de ler o livro e ver esse filme.

    ResponderExcluir
  22. Eu assisti ao filme na época que lançou, então tem bastante tempo que vi. Na época lembro que achei bonitinho e tal, mas o foco para o romance dele foi bem grande mesmo, mas talvez porque eles queriam que isso fosse a chave para ele sair do círculo em que ele se encontrava, com a vida dependendo de seus encontros com o irmão e tudo o mais.
    Ainda não li o livro, tá parado lá na estante ehehe E agora deu até uma preguicinha pela leitura...
    xoxo

    ResponderExcluir
  23. Me pareceu que o livro é melhor que o filme. Ainda bem que tem no Netflix, porque me deu muita vontade de assistir. Amei a resenha!

    ResponderExcluir
  24. Não li nem vi o filme, mas o filme está na minha lista de quero ver. Porém lendo as comparações fiquei meio na dúvida acho que eu esperava algo diferente do filme, mas tive a impressão que o livro traz um enredo melhor desenvolvido.

    Blog Profano Feminino

    ResponderExcluir
  25. Quase nunca ouvi falar desse filmes, pra ter noção nem sabia que ele estava disponível no Net. Mas me interessou bastante e confesso que pulei a parte do post onde continha spoiler rs. Vou tentar assistir essa semana.

    https://deixacombinado.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  26. geralmente os livros são bem melhores, né? poucos filmes sao fieis ao menos nas partes principais, como citou uma parte importante do livro que eles alteraram...eu só vi o filme e amei, de verdade, mas sei que se eu for ler, vou amar ainda mais haha adorei tua comparação

    ResponderExcluir
  27. Oiie!

    eu vi o filme e sequer poderia imaginar que houvessem tantas diferenças assim com o livro. Eu até gosto do filme. :)

    Beijos!

    ResponderExcluir

Seu recadinho é realmente muito importante para mim!
♥ Se você gostou do blog, apoie o meu cantinho seguindo no Blogger e nas redes sociais para ficar por dentro de todas as novidades!
♥ Leio todos os comentários com muito carinho e procuro responder o mais rápido possível. Deixe o seu link no final do comentário que, assim que tiver um tempinho, retribuo a visita!
♥ Os comentários genéricos serão lidos, mas não serão aprovados. O bom é receber comentários que agreguem ao conteúdo do blog, seja sinceros e de coração!
♥ Não seja ofensivo, respeito acima de tudo!
Espero que tenha gostado da visita, volte sempre!

© Paraíso da Leitura - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo